013 – Eu Dou Esmola (ou não)

Anúncios

6 Respostas to “013 – Eu Dou Esmola (ou não)”

  1. Shido Lutero Says:

    eu assumo que sou uma pessoa má…não ajudo ninguém mesmo…minha vida já é toda fodida…prefiro cuidar dela do que a de algum mendigo sujo e fedorento ashuaushuhsas

  2. neide Says:

    eu prefiro gastar meu dinheiro em frituras, ritalina e sibutramina.

  3. Markus Says:

    Excelente.

    Eu dou esmola. Às vezes. Tem um mendigo aqui perto de casa que tem um pastor alemão, e eu adoro cachorros. Dou esmola com a esperança de que ele compre Pedigree Champ pro seu melhor amigo.

    Antigamente tinha um mendigo velhinho e barbado que vivia aqui na frente do mercado. Ele usava óculos, lia jornais e às vezes ficava olhando pro infinito durante horas. Passava um ar de serenidade. De alguém que provavelmente renunciou ao mundo capitalista. Eu o apelidei informalmente de “Tao”, em homenagem ao Taoísmo. Algumas vezes eu lhe dei dinheiro, outra vezes levei um sanduba e uma maçã. Certo dia notei que o Tao era alcóolatra e minha visão romântica foi por água abaixo: ele provavelmente contemplava o infinito por causa de alguma lesão cerebral causada pelo álcool.

    Só dou esmola porque acho que, como você disse indiretamente, o ser humano só sobrevive socialmente, um ajudando o outro, como as abelhas. Um varre a rua, o outro constrói a casa e a outra faz filme pornô. O sentido da vida humana (pelo menos um deles) é viver coletivamente e se dedicar de alguma forma ao bem-estar social. E por isso a política deveria ser vista como uma dos mais importantes pilares da sociedade, mas hoje em dia política é merda e sinônimo de vergonha.

    O ser humano não sabe que virar as costas pra mendigos e pessoas passando necessidades é virar as costas a si mesmo(?), pois a sua própria existência passa a ficar na reta. Eu, para estar bem, preciso que as pessoas ao meu redor estejam bem. Isso é básico. Mas o individualismo exacerbado matou esse sentimento. Infelizmente.

    E olha como o karma vem logo: quem é pobre muitas vezes passa pro lado do crime e se volta contra os que têm $$$$. A natureza é sábia. Quem tem dinheiro só vai conseguir viver em paz quando o pobre tiver dinheiro também e parar de tentar pular os altos muros dos condomínios. Não é questão de ser um bom samaritano; é saber que enquanto o vizinho estiver mal sua vida está ameaçada também.

    Bom, acho que escrevi demais. Talvez eu volte depois.

    PS: adorei a história da Wisdom. Em SP a gente sempre diz, ao ouvir alguém na TV com um péssimo inglês, que tal pessoa aprendeu no Fisk.

  4. Juliana Says:

    Aí, acho q vou abdicar da minha auto-imagem e vou é virar flanelinha, meow! uaihauihauiohuia dando o $$$ = liberdade… é um caso a se pensar!

  5. ZÉ BABAZIL Says:

    GOSTEI DA ESFLANELAÇÃO CARA.

    O PROBLEMA NÃO É DAR OU NÃO DAR ESMOLA – O LANCE ÉA HIPOCRISIA.
    ÉTICA MORAL BURQUESA PROTESTANTE DA PORRA!
    E DISSE JESUS:

    “Portanto, quando você der esmola, não anuncie isso com trombetas, como fazem os hipócritas nas sinagogas e nas ruas, a fim de serem honrados pelos outros”.

    COM O TEMPO OS HIPÓCRITAS PARARAM DE DAR ESMOLAS E PASSARAM A DAR DESCULPAS MORAIS (SERMÕES DE CLICHÊ).

    ” SE TODAS AS ESMOLAS SÓ FOSSEM DADAS POR COMPAIXÃO, TODOS OS MENDIGOS JÁ ESTARIAM MORTOS DE FOME.”

    “A MAIOR DISPENSORA DE ESMOLAS É A COVARDIA.”

    NIETZCHE – O VIAJANTE E SUA SOMBRA.

  6. ZÉ BONZINHO Says:

    MÁXIMA SOBRE A ESMOLAS

    ” A ESCOLHA É SUA VOCÊ PODE DAR OU NÃO DAR:
    ESMOLA OU O CÚ – NINQUÉM O CONDENARÁS”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: