O Rei na Barriga

Anúncios

4 Respostas to “O Rei na Barriga”

  1. Takeno Says:

    Cara gosto muito de seus vídeos, sério, vc traz algo diferente para a rede dos vlogs, uma reflexão q muitos deles não promovembe que na minha opnião são fundamentais, e é notável q em seus vídeos vc também anda melhorando seu trabalho e se utilizando de novos recursos, isso é bem legal. Mas já q o debate MTV foi uma droga, queria expor minha opnião sobre vlogs e ver se vc compartilha dessa opinão comigo.
    Eu vejo o vlog incialmenet como uma evolução da literatura( ao menso o lobão faloua lguma coisa inteligente) onde inicialmente os vlogs falavam mais de situações corriqueiras seguindo a estrutura de uma crônica e quando eu parei pára analisar o porquê de um tema como esse fazer sucesso eu percebi q a reposta está em q as pessoas estão tão presas as aparencias dentro do capitalismo q no vlog ela vê oq quanto as outras pessoas são normais e como as outra pessoas fazem as msm coisas q ela faz.
    Isso difere da televisão onde tudo é artificial e manipulado, onde vc não tem pessoas, mas como dito nobres, estrelas, pessoas pro-humanas, e mais, até um tempo atrás não conseguia ver um meio de a sociedade começar a pensar, mas com os vlogs eu vi uma pespectiva diferente, já q não esão presos ao circo(ter de entreter as pessoas) muito provavelmente trazendo opniões diversas para as pessoas que são regidas por geralmente uma, e o sucesso de qualquer vídeo que questione isso(e isso acontece tanto com os menos e mais famosos ao meu ver) ao menos é uma opnião diferente das opniões manipuladas e vendo o sucesso disso tudo eu realmente acho q as pessoas estão começando a finalmente querer questionar aquilo que não é popularmente questionado a um bom tempo.
    Por isso acho que vc assim como outros vloggers q trazem conteúdo de questionamento ou mesmo humanizando com situações cotidianas são uma brecha q pode vir a trazer algo muito interessante e não podemos ser hipócritas e dizer q isso não está afetando as pessoas, porque está, é discutido em muitos lugares e conseguiu até afetar o Fiuk, msm q o Felipe Neto não entre em discussões tão profundas.
    E por ultimo vejo q essa pessoalidade do vlog mostra q todos são iguais e que todos tem um direito de expressão sendo q o vlog deixa bem evidente isso, e como deve saber uma pessoa autonoma e com opiniões é um grande passo para o questinamento, e logo o questionamento induz a mudança.
    Falei muito, mas é isso, espero q não tenha preguyiça de ler, mas é q eu tenho certos problemas em fazer textos curtos.
    Abraço.

    • francisleech Says:

      Putz, Takeno, curti demais o seu comentário!
      É exatamente isso que eu penso também, as coisas acontecem gradualmente, como você disse, no começo a literatura não abrangia grandes temas, mas é justamente o canal que tem o seu valor. Pela primeira vez as pessoas podem emitir livremente suas opiniões de uma forma meritocrática, com a atenção que elas despertam de acordo com sua capacidade de tocar as pessoas efetivamente.
      Em uma época de aparências e banalidades, é difícil acreditar que um instrumento tão poderoso de contra-cultura possa ser real, mas é.

      Obrigado pela atenção, cara!
      abração

  2. gabriel machado Says:

    Francis, primeiramente, queria te falar como conheci seus videos. Estava eu hoje, num dia extremamente irritante da minha vida, onde todos os meus “amigos” estão saindo para algum lugar com outros amigos e aquela coisa toda e aqui estava eu ouvindo musicas extremamente chatas e procurando alguem que me desse alguma moral no msn. Em uma das musicas que eu ouvia no youtube apareceu um video seu. Não me pergunte o porque, mas cliquei no seu video, aquele da dicção. Apesar da puta reflexão do cara de cima, que por um acaso não consegui ler nem a metade, o que me chamou a atenção nos seus videos foi o modo inteligente e jovial que você traz esses assuntos reais e cotidianos de uma forma divertida de se pensar. É um jeito muito interessante de conseguir chamar a atenção de um publico menos interessado, meu caso. Não menos interessado no mundo, mas talvez mais saturado de assistir tudo o que acontece de importante e de desumano se tornar banalidade. Mas enfim apesar do contexto psicologico, humano e histórico que você aborda nos seus videos vale ressaltar um pouco desse humor satirico-reflectivo. Valeu e aqui está mais um seguidor… ;D

    • francisleech Says:

      Pôxa, muito obrigado, Gabriel!

      É exatamente isso que eu tento fazer, tento simplificar a forma de se expor um conteúdo que tem tudo pra ser chato pra caralho. Eu tenho coisa DEMAIS a aprender , até porque, vira e mexe eu ainda faço besteira atrás de besteira, mas de qualquer jeito, eu me esforço muito por acreditar que eventualmente eu vou conseguir passar alguma coisa pra algumas pessoas aqui e ali.

      Muito obrigado mesmo, esses depoimentos me motivam pra caramba, cara, de verdade!

      Abração

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: